Você está em:

MEMÓRIAS DA ENSP

Antecipando-se à proposta de uma “Política de Memória Institucional da Fiocruz”, a diretoria da Ensp, através da CCI, instituiu o projeto Memorias da Ensp.

Seu objeto é a documentação relativa às atividades de pesquisa e ensino, num esforço para identificar, preservar e divulgar os documentos existentes em seus centros e departamentos.

É um projeto essencialmente colaborativo, que compartilha com os diferentes núcleos uma metodologia de guarda, organização e descrição de documentos, além de uma técnica de inserção dos metadados em uma base na web, onde ficam disponíveis para consulta pelos interessados. A organização se dá em diversos níveis – item, dossiê, coleção ou fundo – a depender do grau de desagregação do conjunto.

A documentação física, devidamente organizada e descrita, pode ter dois destinos: permanecer sob custódia dos produtores, ou ser transferida para o Departamento de Arquivo e Documentação da COC. Com a orientação da equipe do projeto, o trabalho é realizado pelos responsáveis pela documentação, que ficam capacitados para tratar, daí por diante, de sua documentação permanente.

É também um projeto institucionalmente colaborativo, e dele participam duas outras unidades da Fiocruz. A Casa de Oswaldo Cruz forneceu a base de dados utilizada – a base Arch/Ensp, customizada a partir de sua base Arch/COC – e apoia o projeto no que diz respeito às metodologias utilizadas. A Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venancio assessora o projeto na montagem de cursos à distância para a formação em  técnicas de organização, preservação e descrição de arquivos.

Seu caráter colaborativo também se mostra na proposição de levar tais conhecimentos às escolas de saúde pública congregadas pela Redescola.

O projeto tem encontrado grande receptividade por parte dos centros e departamentos da Ensp, mostrando que a questão da preservação e disseminação da memória é vista como prioritária.